Mais de 350 famílias perdem Bolsa Família em Maringá; SISMMAR cobra explicação

Em reunião da Comissão de Políticas Públicas do Comas, na quarta-feira (15), na Sasc, chamou a atenção do SISMMAR o alto número de famílias bloqueadas no programa Bolsa Família. No município, 355 das 5.601 famílias cadastradas deixaram de receber o benefício sem explicações detalhadas da Prefeitura.

O SISMMAR, que possui representante no Comas, quer saber os motivos desses bloqueios.

Dados do Comas apontam, ainda, que 299 famílias estão em descumprimento com os requisitos de educação necessários para a liberação da Bolsa Família. Elas também podem perder o benefício.

Conselheiros municipais querem saber o que pode ser feito para que essas famílias se enquadrem nesses requisitos, para que possam continuar (caso necessitem) a receber a ajuda do governo.

Essas 299 famílias representam 333 crianças e adolescentes. O corte do benefício, então, poderia resultar em mais problemas para essas crianças de baixa renda. É sabido que muitas famílias só conseguem prover três refeições para seus filhos por conta da Bolsa Família. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*