Paralisação do Samu está mantida para segunda-feira

Sem proposta concreta da administração municipal para as reivindicações da categoria, o início da paralisação do Samu de Maringá está mantido para segunda-feira (8), às 7 horas, com concentração em frente ao prédio do Samu. O SISMMAR esperava que a Prefeitura apresentasse, em reunião realizada nesta sexta-feira (5), proposta de melhoria dos salários e de condições de trabalho. Infelizmente, isso não aconteceu.

Vale lembrar que a paralisação foi definida em assembleia da categoria, em 18 de junho. Na ocasião, pautada no baixo salário de profissionais responsáveis por salvar vidas, a decisão pela paralisação foi unânime.

Enquanto o piso do Samu de Londrina é superior a R$ 1.400 por 30 horas semanais, em Maringá o mínimo é de apenas piso R$ 1.054 por jornada de 40 horas. O valor pago a socorristas que salvam vidas é absurdamente menor do que o subsídio dos secretários municipais, que recebem mais de R$ 10 mil por mês; e abaixo do que o salário base oferecido a coletores do município, em edital para concurso público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*