Engenheiros e arquitetos também podem parar

Apesar de a Câmara Municipal ter aprovado lei concedendo gratificação por responsabilidade técnica a engenheiros e arquitetos do município, a Prefeitura Municipal pode ingressar com ação direta de inconstitucionalidade para não ter de respeitar a lei. Isso porque questões salariais envolvendo servidores do município competem apenas ao poder Executivo – não sendo da alçada do Legislativo.

Antevendo que a gratificação pode seguir sem ser paga à categoria, o SISMMAR convocou para esta terça-feira (detalhes no cartaz) assembleia com engenheiros e arquitetos. Estará em pauta a paralisação dessas categorias.

Se isso ocorrer, seria a segunda greve do governo Pupin, que já enfrenta a paralisação do Samu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*