Pupin não comparece à reunião e greve do Samu entrará em seu terceiro dia

Faltou bom senso ao prefeito Roberto Pupin (PP) diante da greve do Samu. Na reunião realizada no final da tarde desta terça-feira (9), novamente, o prefeito enviou alguns de seus secretários para dizer à comissão de negociação – formada por dirigentes sindicais e socorristas – que não dará qualquer aumento, seja em folha ou em forma de gratificação, até a implantação do PCCR.

Leia mais sobre a greve do Samu.

A comissão dos trabalhadores não aceitou a negativa vinda do grupo de secretários, pois na segunda-feira havia sido combinado que Pupin receberia a categoria. Se Pupin é o prefeito diplomado será ele a receber a maior parte das críticas durante essa paralisação. Então, os trabalhadores em greve exigem ser recebidos pelo próprio prefeito.

Uma nova reunião, entre a comissão formada para a mesa de negociações e a administração municipal, foi marcada para a manhã de quarta-feira (10), no Paço Municipal. Pupin informou que estará presente. A greve, portanto, entrará em seu terceiro dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*