Engenheiros e arquitetos da prefeitura vão parar atividades nesta sexta

O prefeito Pupin (PP) enfrentou esta semana a primeira greve de seu governo. Mas não são apenas os servidores do Samu que estão descontentes com a falta de condições adequadas de trabalho e com os baixos salários.

Engenheiros, arquitetos e agrimensores da prefeitura também decidiram mostrar à população alguns dos problemas enfrentados pela categoria, que decidiu parar as atividades nesta sexta-feira (12).

O dia de protesto dos engenheiros, arquitetos e agrimensores foi aprovado em assembleia realizada pelo SISMMAR, na última terça-feira (9). Na ocasião, a categoria entendeu que era preciso parar as atividades para protestar contra problemas como a terceirização de serviços, no valor de R$ 7,5 milhões. Dinheiro que poderia ser investido em profissionais concursados.

A concentração acontecerá em frente ao Paço Municipal, na Avenida XV de Novembro, às 8 horas. Todos os profissionais da categoria comparecerão vestindo roupas pretas e alguns deles usarão capacetes de obras. Na linha do que fizeram os socorristas do Samu, eles também farão panfletagem para explicar a população os motivos da paralisação.

Abaixo, o panfleto a ser distribuído.

.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*