Samu rodou com apenas uma ambulância

Na manhã de quinta-feira (25), o SISMMAR recebeu a denúncia de que apenas duas unidades básicas do Samu estavam disponíveis para atendimento à população – por conta de unidades paradas para conserto. Para piorar a situação, à tarde, o atendimento foi reduzido para apenas uma unidade básica nas ruas.

É o governo Pupin mantendo a “greve institucional” do Samu de Maringá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*