SISMMAR se reúne com secretário da Semusp para cobrar mais segurança

A morte de um detento nas dependências da Semusp, na sexta-feira (2), foi um dos assuntos mais comentados em blogs e sites de notícia, na semana passada. Laerte Lemes dos Santos, 32, levou um tiro na cabeça depois de tomar o café da manhã. Teria sido assassinado por um homem que usava peruca e óculos escuros e que, pasmem, chegou a tomar café com os servidores municipais.

O detento estava lá por conta de uma parceria firmada entre município e governo do Estado, que permite a detentos trabalharem para reduzir a pena. O SISMMAR questiona a falta de segurança dos servidores efetivos da Semusp.

É de indignar que detentos usem o mesmo uniforme dos servidores, que reclamam dessa prática. E se na morte de Laerte o assassino o tivesse confundido com um servidor municipal? Quem iria ser responsabilizado por essa falta de segurança?

Para buscar solução para esse assunto, dirigentes do SISMMAR se reúnem, na manhã desta segunda-feira (5), com o secretário de Serviços Públicos, Vagner Mussio. O sindicato não admite que os servidores continuem trabalhando com medo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*