Trimestralidade: proposta de Pupin é rejeitada por trabalhadores

O prefeito Roberto Pupin (PP) apresentou, na sexta-feira (9), sua proposta para o pagamento da Trimestralidade. As condições da administração municipal foram analisadas, neste sábado (10), por servidores(as) da ativa, aposentados, pensionistas, herdeiros e todos que têm direito na ação.

Assembleia da Trimestralidade: trabalhadores lotaram o plenário
da Câmara Municipal e rejeitaram a proposta de Pupin;
SISMMAR vai elaborar contraproposta


A administração ofereceu R$ 40 milhões para encerrar a ação, que se arrasta há mais de 20 anos, com parcelamento de R$ 4 milhões por ano. Em assembleia, que lotou o plenário da Câmara Municipal, a proposta de Pupin foi rejeitada pelos presentes, que deliberaram para que o SISMMAR apresente contraproposta ao prefeito. Os trabalhadores exigem:

– Garantia de que nenhuma das pessoas com direito à ação deixe de receber o que é devido;
– Incorporação dos 36%;
– Redução do tempo para pagamento do montante.

Leia mais sobre Trimestralidade

A proposta será redigida pelo sindicato, juntamente com o advogado, e apresentada ao prefeito nos próximos dias. Prefeitura e sindicato terão até o dia 21 de agosto (dia da audiência de conciliação) para apresentar nova proposta no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Abaixo, a proposta encaminhada pelo prefeito Pupin aos cuidados da presidenta do SISMMAR, Iraídes Baptistoni.
.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*