Servidores celetistas manifestam o interesse em migrar para o regime estatutário

Com Plenário praticamente lotado, na noite desta terça-feira, 29, foi realizada a assembleia com os servidores (as) celetistas na Câmara Municipal. Os trabalhadores (as) puderam na ocasião tirar as dúvidas sobre as diferenças entre o regime celetista e estatutário. A reunião teve a participação da advogada do sindicato, Gisele Veneri.

Além disso, o presidente da Casa, vereador Ulisses Maia (SDD), também fez uso da palavra, e enfatizou a necessidade dos servidores (as) lutarem pelos seus direitos. “Existe uma palavra mágica para vocês alcançarem as suas reivindicações, mobilização”, reforçou. Maia avaliou também o papel independente da Câmara que está agindo com transparência e em defesa dos interesses da população, e mais uma vez, garantiu que está o lado do servidor na luta pela aprovação do Plano de Carreira, Cargos e Remuneração (PCCR).
Em seguida a presidenta do SISMMAR, Iraídes Baptistoni, lembrou que situações de perseguição devem ser denunciadas e investigadas junto ao sindicato, isso porque houve vários relatos de servidores (as) importunados pela chefia. A presidenta também criticou a prefeitura. “Estamos esperando há anos o nosso plano de carreira e temos sofrido muito para conquistá-lo”.
Na sequência a advogada do sindicato, explicou as diferenças entre o regime estatutário e celetista, sanou as dúvidas dos servidores e pontuou as vantagens e desvantagens de cada um, dentro do âmbito legal. Pontuados e esclarecidos os questionamentos, os trabalhadores (as) demonstraram o interesse de se enquadrar no regime estatutário.
O sindicato, dentro das disposições legais, vai estudar a possibilidade e deverá se reunir com a prefeitura futuramente para defender o interesse dos servidores (as) municipais celetistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*