E aí prefeito? De que lado você está?

O enfrentamento a prática do assédio moral no serviço público maringaense, sempre foi pauta das campanhas salariais do SISMMAR. Reconhecendo a gravidade do problema e suas consequências para o (a) servidor (a), o vereador petista Humberto Henrique formalizou um Projeto de Lei visando coibir este desrespeito. Aprovado por todos os vereadores (as) o projeto foi posteriormente vetado pelo prefeito Carlos Roberto Pupin (PP) sob a alegação de que a iniciativa deveria ter partido do Executivo e não Legislativo.
Considerando a justificativa dada pela administração municipal, Humberto Henrique protocolou um ofício com a minuta do Projeto de Lei solicitando que o Executivo envie a Câmara, até fevereiro de 2014, um texto semelhante ao aprovado pelos vereadores (as).
Os dirigentes do SISMMAR consideram a iniciativa um grande avanço e esperam que a administração pública municipal não se omita diante desta prática vexatória e humilhante. Cabe ressaltar, que o respeito ao ser humano deveria ser o primeiro requisito para os gestores municipais, mas como consequência, o assédio moral gera medo e transtornos ao trabalhador (a) que se vê acuado e sem chance de defesa. Espera-se que a Lei possa dar amparo e minimizar este crime contra a vida e a dignidade do servidor (a).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*