Chega de ilegalidade!

Desde que foi criada a verba de representação de 100% nos salários dos procuradores e contadores do município, os dirigentes do SISMMAR têm recebido inúmeras reclamações dos servidores (as) questionando a legalidade da medida, pois os procuradores e contadores aposentados estão recebendo a verba, mesmo não tendo contribuído com o fundo, além disso, não foi realizado um ATO de pagamento instituindo este direito.

Hoje finalmente o conselho administrativo votou por unanimidade que este pagamento deixe de ser feito. Agora só depende do superintendente da Maringá Previdência acatar ao pedido. Os dirigentes do SISMMAR cobram que a Lei e as decisões sejam respeitadas, atendendo as reivindicações dos trabalhadores (as).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*