“Unidos, jamais vencidos”: centrais promovem ato no dia 1º de fevereiro contra repressão durante ditadura militar

São Bernardo do Campo recebe no dia 1º de fevereiro de 2014 o Ato Sindical Unitário ‘Unidos, Jamais Vencidos’ que homenageará trabalhadores e sindicalistas que sofreram perseguição e repressão do regime militar e das empresas no período da ditadura. A atividade acontecerá à partir das 13h no Teatro Cacilda Becker, no centro da cidade.

O Ato de iniciativa do Coletivo Sindical do Grupo de Trabalho ‘Ditadura e Repressão aos Trabalhadores e ao Movimento Sindical’, da Comissão Nacional da Verdade, e que conta com o apoio de entidades locais, tem colhido informações, documento e levantado testemunhos buscando resgatar a memória e reivindicar justiça e reparação.

Durante os 21 anos de ditadura trabalhadores e o movimento sindical foram alvos do regime militar. Sindicatos sofreram intervenções e trabalhadores foram perseguidos, ameaçados, presos, torturados e, inclusive, assassinados. Na região do ABC, diversos sindicatos, sindicalistas e trabalhadores sofreram com a repressão.

O Ato em São Bernardo busca reconhecer e homenagear quem lutou pela liberdade, democracia, autonomia sindical e melhores condições de salário e trabalho, na Grande São Paulo. Neste dia, trabalhadores ou suas famílias receberão um diploma de reconhecimento por sua luta, assinado por todas as Centrais Sindicais.

A atividade ainda pretende lembrar os 50 anos em do golpe militar que instaurou em 31 de março de 1964 o regime repressivo no Brasil.

Fonte: CUT Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*