Após cobrança do SISMMAR Maringá Previdência deixa de recolher verba de representação

A partir deste mês de janeiro, os encargos da verba de representação de 100% nos salários dos procuradores e contadores aposentados do município, devem deixar de ser realizados pela Maringá Previdência, já que estes profissionais não contribuíram com o fundo e, tampouco, foi realizado um ato de pagamento instituindo este direito. Em dezembro o conselho administrativo já havia deliberado pela suspensão do recolhimento da verba.
Os dirigentes do SISMMAR questionavam o pagamento, pois defende que os trabalhadores (as) devem ser tratados igualmente, tendo em vista, que para pagar a essas duas categorias, as outras, que recebem gratificação, também teriam o mesmo direito. 
Outra mudança se dá com os ativos, que não terão mais o recolhimento dos encargos, desta verba, além disso, o cálculo deixará de ser feito sobre o quinquênio, sendo realizado, a partir de agora, sobre o salário destes servidores (as).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*