Regime Próprio de Previdência; perdas e falta de trasparência

Na tarde desta sexta-feira, dirigentes do SISMMAR, a servidora aposentada Creuza do Carmo, e o servidor da ativa, Alcides dos Santos, participaram do Seminário sobre Regime Próprio de Previdência, na Câmara Municipal de Mandaguari. O evento contou com a participação do deputado estadual, Tadeu Veneri, (PT) e é uma iniciativa da Federação dos Servidores dos Serviços Públicos Municipais CUTistas (FESSMUC) .

Veneri que atua frente a Comissão de Direitos Humanos na Assembleia Legislativa do Paraná e também já foi militante sindical, defende que os fundos de previdência precisam ser transparentes, informando os servidores (as) sobre as aplicações e os recolhimentos realizados. O deputado aponta ainda, que a base de cálculo para o valor da aposentadoria deveria levar e conta o último salário do trabalhador (a) e não a sua média salarial, o que em muitos casos leva a uma perda de 30% a 40%, no valor do benefício.

Esses e outros pontos estão sendo debatidos, inclusive, com a presença de outros dirigentes sindicais paranaenses. O objetivo é fortalecer a luta dos servidores (as) da ativa para que sintam-se seguros quanto ao recolhimento, e as aplicações sobre o fundo, todavia, também para os trabalhadores (as) aposentados, que amargam perdas significativas, após anos de contribuição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*