Assembleia da Saúde recompõe Comissão das 30h

Mediante votação democrática e com protagonismo dos trabalhadores, servidoras e servidores da saúde foram eleitos para recompor a Comissão das 30h, etapa fundamental para avançar em direção a histórica reivindicação; Comissão eleita na assembleia irá participar junto da direção sindical a cada encontro para debater a viabilidade desta nova jornada de trabalho

Categoria compareceu para a assembleia que recompôs a Comissão das 30h na Saúde – Foto: Matheus Gomes

Em assembleia realizada na noite desta quinta-feira (04/08/2022), profissionais de Saúde compareceram no Auditório do SISMMAR para debater e recompor a Comissão das 30h. A convocação foi feita em todas as unidades de saúde da rede municipal, e pela redes sociais, para chamar as servidoras e os servidores contemplados para a luta organizada por meio do sindicato. A partir deste encontro, se retoma formalmente as ações em busca desta antiga e importante reivindicação da categoria.

Assembleia

Com início às 19h30, em segunda chamada, a Assembleia começou com a contextualização realizada pela gestão Sindicato é pra Lutar do histórico de medidas tomadas para se avançar nesta pauta que regulamenta a jornada de trabalho de 30h. Após a apresentação do que já foi feito até a conquista desta recomposição da Comissão, houve amplo espaço para participação de cada uma e cada um dos presentes, dos mais diversos setores considerados enquanto profissionais de saúde pela legislação vigente.

Dirigentes Gehélison Gomes e Priscila Guedes realizaram explicações sobre a recomposição da Comissão das 30h – Foto: Matheus Gomes

Mediante inscrição prévia, as servidoras e os servidores que se disponibilizaram enquanto candidatos à Comissão foram à frente do Auditório para que as eleições fossem realizadas. De maneira democrática, foram eleitas e eleitos Claudia Maria da Silva (técnica de enfermagem), Marta Maria (técnica de laboratório), Sebastião Faria (auxiliar de farmácia), Edson Rios (médico veterinário), Marcos Bellato (enfermeiro) como titulares. Como suplentes foram eleitas Josiane Pimentel (técnica de enfermagem), Rainee Cecere (médica veterinária), Teolina Benan (técnica de laboratório), Paula Fernanda Goes (auxiliar de farmácia) e Francielle Constantino (enfermeira).

Comissão foi recomposta mediante votação em assembleia – Foto: Matheus Gomes

A partir do início dos trabalhos da Comissão, que estudará medidas para a viabilidade do projeto em Maringá, as eleitas e os eleitos estarão juntos da direção sindical a cada nova reunião. A participação direta se torna de fundamental importância nesse processo justamente para que a categoria que irá ser contemplada pela medida seja a protagonista desta luta encampada através do SISMMAR.

Mediante a maior compreensão da classe sobre a necessidade de mobilização e o início dos trabalhos formais da Comissão ainda neste mês, a gestão Sindicato é pra Lutar reforça a importância da categoria estar amplamente filiada, unida e organizada através do SISMMAR como um meio de ampliar a pressão sobre o Executivo municipal. A direção sindical se coloca à disposição das e dos servidores públicos municipais em cada processo de luta por melhorias na carreira e nas condições de trabalho.