Desvio foi detectado em 2009

Em contato com a direção do sindicato, os(as) trabalhadores(as) da auditoria da Secretaria Municipal de Saúde lembram que só foi possível comprovar desvio de dinheiro público na Secretaria porque eles mesmos, ao perceberem incompatibilidade nos pagamentos para um dos prestadores, fizeram um levantamento interno em 2009 e confirmaram o problema. Só a partir de então é que se instaurou toda a investigação.

Por que a demora?
Mais uma vez o SISMMAR se preocupa e questiona: se o desvio foi percebido pelos trabalhadores em 2009, por que a auditoria só foi feita em 2010, um ano depois? Se tivesse sido feita em 2009, como os trabalhadores solicitaram, não teria evitado o desvio?

Quem são os responsáveis?
Tudo isso demonstra, conforme matéria do Jornal do SISMMAR, que quando acontece desvio de dinheiro no setor público há uma tentativa de generalizar e jogar culpa para os servidores públicos, mas na verdade, como neste caso, os(as) trabalhadores são os primeiros a denunciar os problemas.

O SISMMAR parabeniza os(as) trabalhadores(as) pela atuação e contribuição para a comunicação do sindicato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*