Assembleia tem grande participação dos trabalhadores

A assembleia do SISMMAR que definiu os encaminhamentos a serem tomados caso a administração municipal não resolva o impasse do Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Municipais (Sama), na noite de quinta-feira (26), teve grande participação dos trabalhadores(as). Local do evento, a sala Joubert Carvalho da Biblioteca Municipal esteve lotada (clique nas fotos para ampliar).

A presidente do Sismmar, Solange Marega, lembrou que o contrato emergencial firmado entre a administração municipal e o hospital Santa Rita vence no fim de maio e, até agora, a Prefeitura não apresentou soluções concretas à categoria.

Em sinal de pouco caso com a preocupação dos trabalhadores, que temem ficar sem a assistência médica-hospitalar e odontológica, a administração municipal encaminhou ao SISMMAR ofício com contadas 34 palavras. Diz o ofício nº 0914/2011-GRAPE, assinado pelo chefe de Gabinete Rodrigo Valente:

– O servidor não ficará sem o atendimento do SAMA;
– A administração municipal abrirá outro processo de licitação nos próximos dias.

Lembramos que o Sama, que é garantido pela Lei Orgânica do município, atende hoje cerca de 9 mil funcionários. Incluindo seus dependentes, o número de beneficiários da assistência à saúde é de 22,5 mil. Deixar a categoria sem maiores explicações pouco contribui para diminuir a preocupação dessas famílias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*