Programação para o Dia Nacional de Lutas

A Central Única dos Trabalhadores sairá às ruas em todo o país na próxima quarta-feira (6). Será o Dia Nacional de Lutas, um marco histórico para reafirmar ao Brasil que a CUT deseja um outro modelo de desenvolvimento, que aprofunde a distribuição de renda e altere os rumos do atual modelo concentrador da política econômica.

A escolha do dia 6 de julho para realizar o Dia Nacional de Mobilização da CUT também tem um aspecto simbólico: a abertura das lutas do segundo semestre e das campanhas por aumentos reais de salário, contra as tentativas conservadoras de associar os salários ao risco de descontrole da inflação. Essas campanhas salariais vão representar a luta dos trabalhadores para avançar na luta por mudanças sociais no Brasil.

No Paraná, a CUT vai realizar manifestações em todas suas dez regionais. Em Curitiba a programação para o Dia de Lutas começa já na segunda-feira (4), com panfletagens no final da tarde, entre as 18 e 19 horas, em praças públicas e terminais de ônibus, atividades que serão repetidas na terça-feira. Já na quarta as manifestações começam antes do almoço, por volta das 11 horas, com ato na Boca Maldita em conjunto com a APP-Sindicato pela valorização da educação.

Em seguida, próximo às 14 horas, haverá manifestação na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/MTE) pelo trabalho decente, combate às terceirizações e às precarizações no mundo do trabalho. Outro ato semelhante acontece em frente à Secretaria de Estado do Trabalho. De lá, os militantes cutistas sairão em caminhada pelas ruas do centro da capital em direção à Praça Santos Andrade, passando pela sede do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para protestar pelo fim do fator previdenciário, e pela Agência Central do Correio, onde repudiarão as terceirizações. O encerramento será às 18h00, na Praça Santos Andrade. A orientação é para que os sindicatos se organizem para se agregarem ao movimento.

Na Regional Noroeste acontecem manifestações em quatro cidades: Cianorte, Douradina, Pérola e Umuarama. Em todos os municípios serão entregues o jornal do Dia de Lutas elaborado pela CUT Paraná.

:: Programação

Curitiba

Dias 4 e 5 (segunda e terça-feira)
Panfletagens no Terminal do Guadalupe e nas praças Tiradentes e Rui Barbosa (das 18 às 19 horas).

Dia 06 (quarta-feira)
11h – Ato da educação na Boca Maldita (APP/CUT e Servidores)
14h – Ato Ministério do Trabalho (DRT) – Trabalho Decente e Combate à precarização/terceirização
15h – Ato Secretaria de Estado do Trabalho (Conferência do trabalho Decente)
15h30 – Caminhada até a Praça Santos Andrade – passando pelo INSS ( Fim do fator previdenciário) e o Correio (contra as terceirizações)
18h – Encerramento na Praça Santos Andrade

Região Noroeste – Dia 06 (quarta-feira)
Pérola: Distribuição do Jornal da CUT nos locais com grande número de trabalhadores
Douradina: Distribuição do Jornal da CUT no pátio da Prefeitura, Móveis Gazin e no comércio da cidade
Cianorte: Distribuição do Jornal da CUT por toda a cidade
Umuarama: 06h15 às 8 horas – Distribuição do Jornal da CUT no terminal rodoviário – das 09 às 12 horas – Concentração entre as agências do Bradesco e HSBC, com carro de som, distribuição do jornal e entrevista para TV, Jornais e Rádios. Distribuição de jornal por toda a Av. Paraná. À tarde cada sindicato entregará o jornal em sua base.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*