Conferência Municipal da Saúde define diretrizes

A 9ª Conferência Municipal da Saúde, realizada no sábado (4) no Teatro Marista, teve como objetivo avaliar o Plano Municipal de Saúde 2010/2013. Algumas diretrizes foram traçadas, entre elas:

Revisão do PCCR, que tinha por meta ser aprovado em 2010 e ainda sequer foi encaminhado pelo prefeito Silvio Barros (PP) para votação na Câmara;

– Aprovação das 36 horas semanais da saúde;

– Ampliação do valor da Gratificação por Atendimento Especial (GAE) para os trabalhadores do Hospital Municipal, do pronto atendimento Zona Norte e a residência terapêutica;

– Garantia de que os trabalhadores exerçam suas funções conforme previsto em edital de concurso. Hoje, há muitos ACS exercendo função de auxiliar administrativo;

– Criação de cronograma para a otimização dos centros de especialidades Zona Norte e Zona Sul, devendo para isso ser contratados profissionais de várias especialidades;

Publicação de dois inforativos da saúde para a população ainda este ano. A prefeitura assumiu o compromisso de um por semestre, mas até agora não viabilizou nenhum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*