Diretores terão aumento… e os demais trabalhadores da educação?

Está para ser votado na Câmara Municipal (conforme antecipou o Blog do Rigon), projeto de lei complementar enviado pelo prefeito Silvio Barros (PP) que dá aumento de R$ 200 na função gratificada (FG) para diretores(as) de escolas e centros de educação infantil do município.

Em conversa com dirigentes do SISMMAR, a vereadora Márcia Socreppa (PSDB), ex-secretária de Educação, disse que esse era um compromisso assumido com os diretores. Caso o Ideb de Maringá aumentasse, eles receberiam aumento na FG. Foi o que aconteceu.

Parabéns à conquista dos diretores, porém, o SISMMAR questiona: será que apenas os diretores(as) foram responsáveis pelo aumento do Ideb? Os demais profissionais da educação não merecem aumento?

E as merendeiras, que todo dia preparam a comida para que as crianças possam render na sala de aula, não merecem gratificação? E as auxiliares de serviços gerais que ajudam com a merenda, não merecem receber a insalubridade (como pede o SISMMAR há três anos)? E por que os auxiliares administrativos dos CEIs não recebem FG como o das escolas?

Fica uma pergunta: se a administração municipal consegue viabilizar recursos para esse aumento, o que falta para a efetivação do PCCR dos servidores?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*