Divergências não serão aceitas pelo novo presidente do CMS?

Na eleição da Mesa Diretora do CMS, o presidente eleito João Scramin fez um discurso infeliz na indicação da vice-presidente. Scramin alegou que seria melhor se contasse com alguém de sua inteira confiança e com quem se sentisse bem para trabalhar, ou seja, alguém que não questionasse suas ações.

A presidente do SISMMAR, Solange Marega, lamenta essa postura, pouco participativa. Solange lembra que o SUS cresceu justamente por conta de divergências e não por meio de posturas autoritárias. Quanto maior o número de pessoas capazes de contribuir para o debate, melhor. “É isso que se espera de um Estado democrático”, diz Solange. “E acredito ser isso que os membros do Conselho também esperam”, acrescenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*