Câmara votará bônus de um salário mínimo para educadores sem faltas

Foi retirado da pauta de votações na Câmara por quatro sessões, nesta quinta-feira (24), o projeto de lei que institui o Bônus Educador Presente, válido para professores, auxiliares de creche, educadores infantis, auxiliares administrativos e de serviços gerais da rede municipal de educação.

De autoria da veradora Márcia Socreppa (PSDB), o projeto de lei prevê o bônus de um salário mínimo vigente para servidores(as) que, ao longo do ano, não tiveram faltas sem justificativa. O incentivo será pago sempre na folha de pagamento de dezembro.

O projeto foi retirado da pauta porque a autora da proposta estava ausente à sessão por motivos de saúde. O projeto deve retornar à ordem do dia na sessão do dia 8 de dezembro, uma quinta-feira. O SISMMAR acompanhará as discussões na Câmara Municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*