Sem vaga no cemitério, servidor não sabe onde sepultará o corpo do pai

.

Na manhã desta terça-feira (17), as dirigentes do SISMMAR, Iraídes Baptistoni e Solange Marega, representaram o sindicato no velório de Jordevino Gonçalves de Oliveira (falecido nesta segunda-feira), pai do servidor municipal Jorge Gonçalves de Oliveira. Lá se depararam com uma triste situação, fruto de falta de planejamento da atual administração: não há vagas no Cemitério Municipal e o servidor está sem lugar para sepultar o corpo. 

O servidor não sabe o que fazer, pois não têm condições de pagar por um túmulo. Segundo Jorge, o túmulo mais barato sai por R$ 3.850,00. O SISMMAR lamenta a dor da família e a vergonha a qual ela está sendo exposta. Jorge está vendo a possibilidade de conseguir um túmulo emprestado com parentes. A atual administração municipal pouco fez para evitar essa falta de vagas no Cemitério Municipal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*