Servidor emprestou túmulo para sepultar o pai

.

O SISMMAR foi informado de que o servidor Jorge Gonçalves de Oliveira, que não tinha onde sepultar o corpo de seu pai por falta de vagas no Cemitério Municipal, resolveu o problema provisoriamente. A família Oliveira conseguiu de um parente um túmulo emprestado.

Sem vagas no cemitério público e com os altos preços dos jazigos particulares, muitos munícipes viverão o mesmo drama de Jorge. Uma situação vergonhosa, que está pegando mal para o prefeito. Ou será que a administração municipal tem uma solução para o curto prazo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*