Usuárias do Sama podem escolher ginecologista mulher

.

Em reunião do Sama, ontem (8), o SISMMAR levou ao Hospital Santa Rita uma série de reivindicações dos servidores(as) que usam o serviço. Entre elas está a escolha da ginecologista mulher. O hospital não se opôs, mas informou que, nesse caso, a consulta não teria de respeitar o prazo máximo de 30 dias – previsto no contrato com a prefeitura.

Atualmente, o Sama não permite a escolha de médico. Em outras especialidades, há grande relutância do hospital, que não admite entregar a lista de médicos aos pacientes. O SISMMAR seguirá lutando para que os servidores(as) tenham o pleno direito de escolher com qual médico desejam se consultar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*