Samu na pauta do CMS

Após novas denúncias de ambulâncias paradas, enquanto munícipes precisavam de socorro médico, trouxe o Samu novamente à pauta de discussões do Conselho Municipal de Saúde (CMS).

Na reunião da última segunda-feira (13), o secretário foi cobrado pelo fato de Maringá ter sido um dos poucos municípios do Paraná a não ter aderido ao projeto de regionalização do Samu. Em resposta, o secretário disse que não assumirá despesas de outros municípios.

Apenas agora, o secretário disse que vai oficiar o Ministério da Saúde para usar ambulâncias que estão paradas (aguardando o acordo de regionalização do Samu, que não saiu). Enquanto isso, sempre que falta ambulância é o servidor(a) do setor que leva a bronca e não o gestor, que é o verdadeiro responsável quando há falta de atendimento.

O CMS cobrou que o secretário formalize suas respostas por meio de ofício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*