Igreja católica se posiciona contra queima do lixo; SISMMAR também é contra

Atenta ao anseio popular e preocupada com a defesa da saúde, a Arquidiocese de Maringá se posicionou contrária a usina de incineração de lixo desejada pelo governo Barros. O SISMMAR, entre outras entidades, também é contrário à medida, por entender que o melhor caminho seria fortalecer as cooperativas e investir em reciclagem.

Abaixo a nota da Arquidiocese.

1 – Temos acompanhado a discussão acerca da proposta de instalação, em Maringá, de uma usina de incineração dos resíduos sólidos urbanos. Ouvidos esclarecimentos de Cientistas, Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Estadual e de Movimentos Sociais, concluímos não ser recomendável a utilização de tecnologia de incineração (queima do lixo). Entre os problemas apontados verifica-se o prejuízo social dos trabalhadores da reciclagem, além dos graves e irreversíveis danos à saúde dos seres vivos, notadamente das pessoas.
2 – A Igreja tradicionalmente tem-se mostrado sensível à necessidade de cuidar do meio ambiente e da saúde. Prova-o a Campanha da Fraternidade, em especial nos dois últimos anos: 2011 – “A criação geme em dores de parto” (Rm 8, 22); 2012 – “Que a saúde se difunda sobre a terra” (Eclo 38, 8). “É missão da Igreja a continuidade da ação de Jesus na história para que a saúde se difunda sobre a terra” (CF-2012, Texto-base, 178).
3Os cidadãos não devem permitir que, num município nacionalmente conhecido como “Cidade Verde”, o Poder Público Municipal implante uma política que privilegie a incineração dos resíduos sólidos, em detrimento da não geração, redução, reutilização, reciclagem e compostagem, tal como estipula a Lei que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Nº 12.305/2010).
4 – Por fim, no âmbito do Estado democrático de direito, reconhecemos como nossa missão nos pronunciarmos sobre tudo o que diz respeito ao bem da comunidade, como igualmente incentivar e apoiar sua conscientização e organização.
Maringá, 15 de março de 2012.
Dom Anuar Battisti
Arcebispo Metropolitano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*