Alep vai debater incineração dos resíduos sólidos em Maringá

A Assembleia Legislativa (Alep) vai realizar em 19 de abril, na Câmara Municipal de Maringá, uma Audiência Pública para debater a incineração dos resíduos sólidos no Paraná e suas consequências. O debate é uma iniciativa dos deputados estaduais Luciana Rafagnin (PT) e Luis Eduardo Cheida (PMDB), presidente da Comissão de Meio Ambiente, com apoio do deputado estadual Enio Verri (PT).

Na sessão de quarta-feira (4), Verri destacou posicionamento contrário ao projeto que prevê a instalação de uma usina de incineração de lixo em Maringá. Verri ressaltou que a tecnologia de incineração é ultrapassada e que o método está sendo banido dos países europeus. 

“O caso de Maringá é exemplar, pois se confunde a lógica pública com a privada. Quais os verdadeiros interesses por trás da implantação de uma tecnologia que é considerada ultrapassada pelo resto do mundo
e que ainda por cima polui mais e concentra a renda?”, questionou Verri, lembrando da importância da reciclagem como instrumento de geração de renda. “Espero que a audiência seja um marco neste debate para o Paraná e que Maringá se torne um exemplo na busca por soluções limpas e socialmente justas”, disse.

O debate na Câmara Municipal terá início a partir das 9 horas. A audiência vai contar com representantes do Fórum Lixo e Cidadania, Movimento Nacional de Catadores e de Catadoras de Materiais Recicláveis e o do Ministério Público do Trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*