Servidor(a), saiba quais vereadores votaram a favor da manutenção dos supersalários

O SISMMAR foi uma das quase 20 entidades que, em 1º de março, participaram da audiência pública que resultou na proposta do subsídio de R$ 8 mil. O projeto que levava em consideração a vontade popular voi votado pela Câmara Municipal na quinta-feira (10)… e foi REPROVADO.

Ao reprovarem o projeto, os vereadores mantiveram o supersalário de R$ 12 mil para a próxima legislatura. O subsídio dos representantes eleitos do povo será 19 vezes maior do que o salário mínimo (hoje, R$ 622) e quase 15 vezes maior do que o mínimo dos servidores municipais (R$ 820).

No placar, foram 7 votos a favor e 7 contra a redução dos supersalários. Veja o posicionamento dos vereadores.

Votaram contra o povo
– Heine Macieira (PP)
– Paulo Soni (PSB)
– Wellington Andrade (PRP)
– Luiz do Postinho (PRP)
– Manoel Sobrinho (PCdoB)
– Aparecido Regini ‘Zebrão’ (PP)
– John Alves (PMDB)

Votaram a favor do povo
– Humberto Henrique (PT)
– Mário Verri (PT)
– Carlos Eduardo Saboia (PMN)
– Márcia Socreppa (PSDB)
– Marly Martin (PPL)
– Flávio Vicente (PSDB)
– Belino Bravin (PP)

O presidente da Câmara, Mário Hossokawa (PMDB), não votou, apoiando indiretamente a permanência dos subsídios para 2013 em R$ 12 mil. Bastava mais um voto, que poderia ter sido de Hossokawa, para que os supersalários tivessem sido reduzidos. A Câmara, que pouco tem feito para que o PCCR geral dos servidores(as) saia do papel, agora dá mais um duro golpe na sociedade – que paga seus salários e considerava justo o valor de R$ 8 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*