Dirigente sindical é ‘convidada’ a se retirar da Jornada Pedagógica

A pedido da secretária de Educação, Edith Dias, o SISMMAR não fez a entrega de seu jornal durante a Jornada Pedagógica. Contudo, o sindicato aproveitou a presença de um grande número de trabalhadores(as) da Educação para entregar o convite para a plataforma políticos dos servidores.

A plataforma é o documento com as principais reivindicações dos servidores, de todos os setores da prefeitura, que será entregue aos candidatos(as) a prefeito.

Na sexta-feira, quando entregava os convites, uma dirigente do SISMMAR foi convidada a se retirar do Teatro Marista, local onde foi realizada a Jornada Pedagógica. Uma funcionária com cargo de chefia chegou a pegar no braço da dirigente para encaminhá-la para fora do recinto enquanto que, lá dentro, empresas privadas (inclusive faculdades da cidade) seguiam panfletando.

O ato dessa funcionária da Educação, da equipe de Edith Dias, demonstrou a falta de respeito com os servidores(as), que se veem representados pelo SISMMAR. Pior do que isso, foi uma prática antissindical que pode gerar consequências inclusive para a secretária. O SISMMAR lamenta posturas autoritárias como aquela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*