Alerta aos servidores que trabalharão no segundo turno

Quem trabalha nas eleições tem direito a tirar dois dias de folga após o pleito. Contudo, na Prefeitura de Maringá a escolha da data – por força de portaria – é das chefias e não do trabalhador.

Recentemente, o SISMMAR encaminhou ofício à administração solicitando que o servidor pudesse escolher a data para tirar a folga prevista pela Justiça Eleitoral, mas esse pedido foi indeferido. Entretanto, a ação do sindicato gerou, ao menos, um pequeno avanço.

A administração municipal informou que vai acertar que o servidor(a) sugira os dias em que espera receber a folga, mas com uma exigência: essa sugestão deve ser feita no ato da entrega do comprovante da Justiça Eleitoral de que o trabalhador colaborou no pleito. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*