Discriminação e covardia na PM do Paraná

Da CUT-PR Abaixo a denúncia feita pela advogada criminalista Andréia Candido Vítor a respeito da ação truculenta da Polícia Militar do Paraná no Bairro Alto, em Curitiba, em 24 de novembro.
xxx

aaaa
Leia mais sobre o assunto no portal Terra.

Andréia foi presa e agredida ao se deslocar para a casa de uma vizinha, cuja casa estava sendo invadida por policiais que estavam na captura de motoqueiro sem capacete. Várias pessoas foram agredidas a cacetadas e foram presas sem motivo. O caso está recebendo atenção da OAB/PR.

É lamentável que isso ocorra em qualquer circunstâncias, mas o mais lamentável é que tenha ocorrido na semana da Consciência Negra, durante os 16 dias de ativismo contra a violência contra a mulher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*