Um "Judas" entre os servidores municipais

Assim como aconteceu com Jesus, há mais de 2 mil anos, há um “Judas” entre os servidores(as). Entre todos os vereadores, um deles tinha mais do que obrigação de votar a favor da emenda do PCCR. O servidor municipal de carreira, Luiz do Postinho (PRP), virou as costas para seus pares ao votar contra a emenda. Jogou uma pá de cal sobre o sonho antigo dos trabalhadores da prefeitura.

Luiz do Postinho, que fez pouco mais de 300 votos nas eleições deste ano, não foi reeleito. No mandato, perdeu a oportunidade de lutar pela sua categoria. E neste fim de Legislatura, novamente, lavou suas mãos.

O vereador eleito Negrão Sorriso com Luiz do Postinho, que deixa a
Câmara, momentos antes da votação da emenda do PCCR
De Votação Emenda PCCR_13.12.2012

Conheça os vereadores que traíram os servidores
Emenda do PCCR foi rejeitada por 7 votos a 6

Antes de ser eleito, há quatro anos, Luiz do Postinho era auxiliar administrativo, concursado, do NIS Iguaçu – unidade de saúde que atende famílias do Borba Gato e bairros vizinhos. Na Câmara, parece ter se esquecido de suas origens.

Agora, fica a pergunta: qual motivo levou Luiz do Postinho a votar contra a emenda do PCCR? Há algumas semanas, ele havia sinalizado que estaria com os servidores, porém, mudou de ideia. Acaso algum cargo na prefeitura já teria sido oferecido a ele? Na história contada na Bíblia, Judas traiu Jesus por 30 moedas de prata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*