Entidades cobram estudo técnico sobre criação de 238 novos CCs

Na manhã desta sexta-feira (21), lideranças da sociedade civil organizada – entre as quais estão representados Acim, OAB, Igreja Católica, Observatório Social e Maringá e Conseg – se reuniram para discutir a ampliação dos cargos comissionados (CCs) na administração municipal.

O SISMMAR, por meio deste blog, foi uma das primeiras entidades a criticar o acréscimo de 238 CCs, que são cargos ocupados por pessoas sem concurso público. Esse verdadeiro cabide de empregos será montado com recursos que deveriam ser destinados à revisão do PCCR, aguardado pelos servidores(as)   municipais há quase 15 anos.

Um dia depois de Pupin anunciar parte de seu secretariado (confira aqui a lista), a sociedade civil quer uma audiência com o prefeito eleito. As entidades cobram justificativas detalhadas para a criação dos CCs sem a apresentação de um estudo técnico que apresentasse a real necessidade desses cargos. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*