Administração subaproveita auxiliar de enfermagem, que denuncia situação

O auxiliar de enfermagem Paulo Vidigal, de maneira coerente e responsável, recentemente, informou a Secretaria de Saúde que estava atuando em local onde não necessitavam mais de seus serviços. Vidigal, então, pediu remoção para local onde fosse útil.

Diante da demora da administração municipal em atender seu pedido, o servidor buscou ajuda do sindicato para que a remoção seja efetivada o quanto antes. Vale ressaltar que deixar um trabalhador sem função é um tipo de assédio moral.

Uma dirigente do SISMMAR foi à Secretaria de Saúde e, na presença de Vidigal, buscou uma solução para esse impasse. Da chefia responsável, houve o compromisso de retorno para o servidor na sexta-feira (25). O sindicato espera que até lá o problema esteja resolvido. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*