Remoção tardia prejudica planejamento de aulas

Quem não é professor – como é o caso do prefeito, por exemplo – talvez não saiba, mas a falta de planejamento das aulas é prejudicial tanto para professores quanto para os alunos. E isso ocorre neste início de ano nas escolas municipais de Maringá.

Atrasos no processo de remoção, certamente, vão prejudicar parte dos professores(as) do município. Ainda hoje (5), a dois dias do início das aulas, haverá remoções. Isso significa que esses professores terão apenas um dia para se adaptar ao novo local de trabalho, tendo que (com grande atraso em relação a colegas) preparar as aulas.

Prefeito, secretária de educação, uma pergunta: é possível fazer isso em um único dia?

O SISMMAR lamenta o cronograma posto em prática, pois os problemas gerados revelam falta de planejamento da administração municipal e falta de preocupação com o bem estar dos professores e, sobretudo, com os alunos.

Leia o que já foi publicado sobre Remoção

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*