O Diário omite manifesto do SISMMAR na primeira sessão da Câmara Municipal

Os principais veículos de comunicação de Maringá acompanharam os manifestos que marcaram a primeira sessão da Câmara Municipal. Além do SISMMAR, que levou faixa pedindo a Pupin respeito aos servidores, defensores dos animais fizeram um pedido (legítimo) de mais investimentos no setor.

Na edição desta quarta-feira (6), O Diário trouxe reportagem sobre a sessão, intitulada “Formalidades e protesto marcam primeira sessão da Câmara de Maringá“, porém, preferiu omitir de seus leitores o manifesto realizado pelo SISMMAR. Ao fazer isso, esse jornal, lamentavelmente, ignorou os quase 9 mil servidores representados pelo sindicato.

Sessão da Câmara teve dois manifestos ao mesmo tempo:
do SISMMAR e dos defensores dos animais

 Oras, o manifesto do SISMMAR teve causa justa. Enquanto Pupin não atender o sindicato, não é possível dar início a negociações de suma importância, como a campanha salarial 2013. Todo ano, antes da data base, essa negociação se faz necessário entre sindicatos e patrões. É assim em várias categorias profissionais, inclusive na dos jornalistas. 

A atitude do jornal, ao citar apenas um dos dois manifestos realizados na sessão, gera uma série de indagações pertinentes: será que o repórter não viu o manifesto? Ou o repórter escreveu a respeito, mas o editor preferiu não publicar? Se a omissão foi de propósito, a quem o jornal está servindo? Esse manifesto, que levou à Câmara o anseio de milhares de servidores(as), não merecia ser reportado?

O SISMMAR lamenta profundamente a posição desse jornal a respeito do manifesto. Confira abaixo as notícias dadas por outros veículos de comunicação:

– CBN: Manifestantes em prol dos animais e dos servidores públicos de Maringá acompanharam a primeira sessão do ano na Câmara de Vereadores
– Jornal do Povo: Primeira sessão é marcada por protestos
– Rede de Rádios (Gilmar Ferreira): entrevistas com os vereadores Ulisses Maia (PP), Humberto Henrique (PT) e com o vice-prefeito Cláudio Ferdinandi (PMDB). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*