Remédios faltando, cargos comissionados sobrando

Por Paulo Vidigal

Durante a campanha eleitoral, o atual prefeito prometeu entregar nas casas das pessoas medicamentos de uso contínuo. Fui ao Cisam pegar medicamentos para um parente e me deparei com um cartaz avisando da falta de medicamentos (Carbamazepina, Ritalina, não me lembro se mais algum).

Imagino que a contratação de 515 cargos comissionados (CCs) deve de fato tomar tempo. Mas os pacientes que dependem desses medicamentos e não têm como comprá-los não podem esperar tanto tempo assim.

Algum vereador quer se manifestar sobre a falta de medicamentos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*