Servidores aceitam proposta da prefeitura


Em assembleia realizada ontem na Câmara de Maringá, foi decidido pela aceitação da proposta realizada pela administração pública ao invés da paralisação que aconteceria no dia de hoje por todas as categorias. Os trabalhadores reivindicavam 12 % de reajuste, mas aceitaram a contraproposta da Prefeitura, de 9% (1% a mais do que na negociação anterior), além de um abono médio geral de 11% e de 14% para o magistério.
Com servidores lotando a Câmara e se aglomerando pelos corredores e sentando nas escadas, foi aprovada a contraproposta municipal com a confiança de que a promessa da aprovação do PCCR até o mês de novembro seja realizada. Todos acordaram em promover, ainda, assembléias com mais freqüência até o mês de novembro e, caso a administração pública não cumpra o prometido, a paralisação será iminente.
Na ocasião, os vereadores estiveram presentes e se comprometeram a cobrar o prefeito de cumprir sua palavra em benefício dos trabalhadores. Também garantiram não aprovar nada que não traga melhorias efetivas às categorias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*