Banco de horas?

Ainda entre as pautas discutidas na reunião de ontem com o presidente da Câmara, Ulisses Maia, o banco de horas ganhou destaque. De acordo com Maia, a quantidade de horas extras tem sido excessiva entre os servidores da Câmara e o banco de horas poderia se configurar como a melhor opção, uma vez que, segundo ele, não haverá mais a liberação em excesso dessas horas.
Diante da proposta, o SISMMAR solicitou um tempo para que seja possível realizar uma assembleia em que a categoria decida aceitar, ou não a realização do banco de horas. O sindicato trouxe a proposta para a avaliação do jurídico, mas quem irá realmente decidir sobre a situação, serão os trabalhadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*