Capa : : ASSEMBLEIAS | EVENTOS : : PCCR: mecânicos aprovam proposta em assembleia

PCCR: mecânicos aprovam proposta em assembleia

Categoria se fez presente em assembleia convocada pelo SISMMAR para debater medidas e construir uma proposta que será levada para comissão de revisão do PCCR; nesta terça-feira (19), ocorre a assembleia dos técnicos de segurança do trabalho

Servidores aprovaram proposta de reenquadramento durante assembleia na noite dessa segunda-feira (18) – Foto: Matheus Gomes

A categoria dos mecânicos da Prefeitura de Maringá participou na noite de ontem (18) da assembleia convocada pelo SISMMAR para debater sobre a revisão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR). Assim como diversos outros grupos do funcionalismo municipal, há uma desatualização de vários anos nos respectivos planos, fato que resulta em perdas para os trabalhadores. Como prioridade para a gestão Sindicato é pra Lutar, uma série de assembleias e reuniões está ocorrendo desde setembro, a partir do contato dos servidores com a direção do SISMMAR.

Diretora do SISMMAR, Franciely Medeiros, realizou explicações sobre o PCCR atual e o funcionamento da comissão de revisão – Foto: Matheus Gomes

A assembleia teve início com explicações sobre os prejuízos que podem ser causados para os servidores de Maringá e do Brasil, junto da população usuária dos serviços públicos, em caso de aprovação da Reforma Administrativa (PEC 32), sendo necessária a mobilização de toda a categoria contra a medida. Na sequência, como forma de promover esclarecimentos gerais sobre o funcionamento do PCCR, a direção sindical informou mais detalhes sobre o processo de revisão do Plano.

A partir das discussões entre os próprios mecânicos, que vivem a realidade da oficina ligada à Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), uma proposta única foi elaborada com o objetivo de reenquadrar a categoria do atual GEF V para o GEF VIII. A proposta foi aprovada por unanimidade e será levada pela direção sindical à comissão de revisão do PCCR.

Em todas as assembleias, as propostas são construídas a partir da ampla participação dos servidores – Foto: Matheus Gomes