Capa : : NOTÍCIAS : : Movimentos LGBTQIA+ manifestam em frente à Câmara Municipal

Movimentos LGBTQIA+ manifestam em frente à Câmara Municipal

O SISMMAR participou do ato que repudiou a posição contrária ao uso do nome social nas repartições públicas

A sessão da Câmara de Maringá que encerrou o 1º Período de 2021, na manhã desta quinta (15),  foi marcada pelo protesto de movimentos LGBTQIA+, entidades do movimento sindical e estudantil e partidos políticos. O ato ocorreu em frente à Casa de Leis após os vereadores reprovarem, na última terça, o Projeto de Lei 15.805/2021 que estabeleceria o direito do uso de nome social nas repartições públicas do município.

O SISMMAR participou da manifestação e, para a entidade, apesar das sessões do legislativo ocorrerem em um horário que gera dificuldade para a participação de grande parte dos trabalhadores, as pautas do movimento LGBTQIA+ foram bem representadas e a comunidade conseguiu expor sua indignação com a postura dos parlamentares.

Os vereadores Alex Chaves (MDB), Altamir dos Santos (Pode), Cris Lauer (PSC), Delegado Luiz Alves (Republicanos), Maninho (PDT), Paulo Biazon (PSL) e Rafael Roza (Pros) votaram contra o projeto. O vereador Sidnei Telles não votou, pois se retirou no momento da votação.

A manifestação desta quinta é necessária, pois é urgente a necessidade do reconhecimento das identidades trans e a luta pela despatologização da transexualidade. A regulamentação do uso do nome social em todas as esferas é parte desta luta, mas também é preciso garantir à população LGBTQIA+ o atendimento de todas suas demandas pelo SUS.

A gestão Sindicato é pra Lutar se solidariza e apoia as mobilizações em defesa dos direitos da comunidade LGBTQIA+.