Capa : : JORNAL : : Rumo às 30h na Saúde

Rumo às 30h na Saúde

Foto: Phill Natal/SISMMAR

Em um país desigual como o Brasil, um serviço público e gratuito de Saúde é uma ferramenta fundamental para reduzir a distância entre ricos e pobres. Visto que o custo de boa parte dos planos de saúde supera o salário da maioria dos brasileiros, o SUS deve ser defendido contra os projetos de privatização do neoliberalismo. Além dessa defesa, também é necessário o avanço nas condições de trabalho. Se o servidor da saúde sempre foi indispensável, durante esta pandemia esse papel-chave ficou ainda mais evidente.

Junto ao funcionalismo municipal de Maringá, o SISMMAR acompanha de perto as demandas da categoria, que enfrenta bravamente o vírus em jornadas exaustivas. Pelo esgotamento causado por uma das atividades laborais mais estressantes, a redução da jornada de trabalho da Saúde para 30h semanais, sem diminuição do salário, é uma luta antiga e que está cada vez mais próxima de ser concretizada. Em 2020, houve um avanço na implementação progressiva da escala 12×60, conquista essa que quase foi revogada em dezembro e só foi mantida pela rápida mobilização do sindicato e dos servidores. Com a proximidade da Campanha Salarial, a mesma organização será fundamental para que a categoria da Saúde alcance as 30h semanais.