Capa : : CAMPANHA SALARIAL / GREVE : : Servidores(as) municipais conquistam 11,08% e greve está próxima do fim

Servidores(as) municipais conquistam 11,08% e greve está próxima do fim

Depois de quatro dias de greve e de uma sexta-feira repleta de rodadas de negociação, enfim, os servidores(as) municipais de Maringá conquistaram a única reivindicação pela qual deflagraram greve: a reposição da inflação de 11,08%.

Mais de 5.500 aderiram à greve nestes quatro dias da paralisação dos serviços públicos. E foi por meio dessa greve legal, de convencimento, de união dos trabalhadores, de muita luta, que a categoria conquistou o que reivindicava. Nesta sexta-feira, a Prefeitura aceitou a proposta elaborada pelo SISMMAR, Comissão de Organização da Greve, Associação dos Funcionários Municipais de Maringá (AFMM) e por vereadores. Com isso, a greve está a um passo do fim.

Em assembleia realizada depois das 20 horas, na praça do Paço Municipal, a categoria aceitou o pagamento de 4% de imediato e do restante dos 11,08% parcelados em cinco vezes, nos meses de agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro – conforme garantia dada pela administração. Veja no vídeo abaixo o discurso da presidenta do SISMMAR, Iraídes Baptistoni, com importantes explicações à categoria.

A assembleia também autorizou a Comissão de Organização da Greve a acertar os detalhes de dois itens pendentes: como o pagamento do retroativo condicionado à arrecadação do município e a forma como os dias parados serão repostos. Segundo Iraídes, esses detalhes serão acertados em nova mesa de negociação a ser realizada neste sábado, às 19 horas, no Paço Municipal.

Atenção: nova assembleia!
Para este domingo, o SISMMAR convoca todos os servidores(as) municipais para nova assembleia geral, às 8h30, na Câmara Municipal. Será essa assembleia que votará pelo fim da greve. Na sequência, por volta das 9 horas, os vereadores realizarão sessão extraordinária para aprovar o reajuste salarial da categoria. A aprovação dependerá do cumprimento por parte da administração da palavra dada nas negociações desta sexta-feira.

Com a garantia da reposição da inflação, os serviços públicos poderão ser normalizados já a partir da assembleia de domingo e da votação da lei pelos vereadores. Antes disso, a greve permanece. As categorias que fazem plantão no fim de semana não devem voltar ao trabalho antes da assembleia.

Agradecimentos
A conquista da reposição da inflação é para todos(as), mas foi obtida pela luta daqueles que não se acovardaram diante de propostas indignas, de apenas 4% ou de 5,54%. Esses mais de 5,5 mil servidores(as) estão de parabéns por aderirem à greve, mesmo, em muitos casos, após sofrerem ameaças de suas chefias nos locais de trabalho.

Foi uma greve histórica também pelo fato de ter conquistado a opinião pública. Por isso, o SISMMAR agradece a todos os setores que foram solidários ao movimento, entre eles o importante apoio da Igreja Católica e os próprios vereadores, que cumpriram seu papel ao exigir da Prefeitura a justa reposição da inflação – índice já concedido, com muita prudência, pelas demais prefeituras do Estado.

O SISMMAR também agradece, em nome dos servidores(as), aos jornalistas maringaenses que cobriram a greve e mostraram a realidade dos fatos, permitindo assim que a população se sensibilizasse com a causa. Foi graças à cobertura da imprensa, dos vários veículos de comunicação que marcaram presença na praça do Paço, nas passeatas, nas assembleias, que o povo tomou conhecimento de que os servidores(as) entraram em greve apenas porque a administração se negava a repor as perdas inflacionárias dos últimos 12 meses.

Nesta sexta-feira, as famílias dos servidores(as), certamente, dormirão mais tranquilas. Juntos somos fortes!

Compartilhar Publicação